terça-feira, 27 de agosto de 2013

Possível ação na região com emprego de explosivos é evitada.

Polícia Federal prende bando que planejava assalto a banco com explosivos 
Homens foram flagrados com armamento pesado no pedágio de Charqueadas
 
 
 
 
 

A Polícia Federal evitou que cinco homens atacassem uma agência bancária nesta madrugada.

Segundo informações, o bando usaria um Honda City clonado na ação. O veículo foi localizado na noite de domingo na Avenida Antônio de Carvalho, em Porto Alegre, e passou a ser monitorado pelos policiais.

A PF seguiu os criminosos até São Vicente do Sul, onde eles retornaram e seguiram de volta para a Capital. Abordados no posto de pedágio de Charqueadas, por volta das 5h30min desta segunda-feira, os homens tentaram fugir, mas foram capturados. Um suspeito ficou ferido.

No carro foram encontrados uma submetralhadora 9 mm, uma metralhadora 762 antiaérea, uma espingarda calibre 12, três pistolas 9 mm, um revólver calibre 38, 2,5 quilos de explosivos, coletes balísticos, radiocomunicadores, "tocas ninja", ferramentas e mais de 300 munições. 

De acordo com a Polícia Federal, o bando teria desistido do ataque a algum banco na região central do Estado porque o pneu de um dos carros estourou. A principal suspeita é de que os criminosos iriam explodir o cofre de alguma agência bancária.

A polícia não descarta que esse tenha sido o mesmo grupo que explodiu um caixa eletrônico da agência do Bradesco, em Balneário Pinhal, na madrugada de sábado.
 
Os cinco homens presos já têm histórico de assaltos a banco. Um deles é natural de Itajaí, em Santa Catarina, dois são de Novo Hamburgo, um é de Canoas e outro é de Porto Alegre. Eles responderão por formação de quadrilha, receptação, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e de uso permitido e transporte de explosivo.
 
Eduardo Torres
Diário Gaúcho
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário